Selecione seu idioma

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

O Mundo vai acabar em 2012? Sim e não!

O Mundo vai acabar em 2012?

Sim e não! Depende do ângulo que a questão seja estudada.

Sob determinado ângulo, o Mundo não vai acabar em 2012, já acabou em 2011.

O Mundo já acabou, com a destruição das florestas...

O Mundo já acabou, em consequência da escassez de água potável e dos alimentos...

O Mundo já acabou,em consequência da ineficiência, negligência, imprudência e imperícia das autoridades públicas, em prevenir e minimizar os prejuízos causados por grandes desastres ambientais...

As guerras, a violência urbana, o trânsito urbano assassino, as doenças, alimentos inadequados, o stress da vida moderna, a ambição, o egoísmo, o individualismo, as ideologias, o fanatismo, o uso de drogas pesadas, já acabaram com o Mundo, há muito tempo.

Em 2012, milhares de pessoas morrerão em consequência de grandes desastres ambientais, que, com certeza, acontecerão, numa escala bem maior do que em 2010 e 2011.

2012 será o ano que entrará para a história da humanidade como "O início do fim".

A humanidade não está consciente, mobilizada e agindo preventivamente, e a indiferença, o otimismo irresponsável, provocarão a morte de milhões de pessoas não preparadas para enfrentar as mudanças climáticas e geológicas em curso, mais uma vez, na  história geológica do nosso planeta.

O Planeta Terra não vai acabar, fisicamente, em 2012, com certeza.

Vai continuar sua trajetória por mais alguns milhões de anos, mas em breve, será inabitável, muito breve, mas por tudo que tenho estudado, o fim da nossa espécie, infelizmente, ainda não será em 2012.

Mesmo diante da escalada de grandes desastres ambientais, que acontecerão em 2012, haverá sobreviventes para 2013.

A discussão está fora de foco. A questão central, principal, não é o fim do Planeta Terra, mas o fim de nossa espécie: negligente, indiferente e irresponsável com os cuidados e a atenção que deveria dar às questões ambientais.

O que vai destruir nossa espécie, com certeza, não  será um meteoro de grandes proporções em rota de colisão com a Terra...

Não será um outro planeta gigante, escondido no sistema solar...

Não  será os ventos solares e suas prováveis consequências aos meios de comunicação...

Não  será as tsunamis, que invadirão as faixas litorâneas nos próximos meses...

Não  será as cinzas de enxofre dos supervulcões que entrarão em erupção nos próximos meses...

Não será a elevação do nível do mar, não será a oxidação dos oceanos, não será a extinção das outras espécies, não será a destruição total das árvores, não será o CO2 e nem o gás metano despejado na atmosfera.

Não será o deslocamento do eixo da Terra, não será a inversão dos polos magnéticos.

O que destruirá a possibilidade de vida inteligente no Planeta Terra, muito em breve, é a nossa incapacidade de aprender e agir preventivamente.

Nossa negligência, imperícia, imprudência e indiferença é que vai acabar com o "Mundo dos Humanos".

Talvez os sobreviventes possam reiniciar uma nova civilização, o que provavelmente já ocorreu várias vezes no nosso passado antropológico.

Há fortes indícios, que no passado, no Planeta Terra, outras civilizações, avançadas, foram extintas, e talvez sejamos mais uma das muitas tentativas fracassadas.

Quem sabe, no futuro, os poucos sobreviventes do nosso tempo, possam fazer mais uma tentativa de acertar o caminho.


O Mundo não vai acabar em 2012. Já acabou, há muito tempo, e várias vezes, e nós somos os sobreviventes fracassados.

RUI SANTOS DE SOUZA
Brasil, Curitiba, 04 de janeiro de 2012 - 23h:02