Selecione seu idioma

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

O Mundo é uma #SOPA...






"SOPA", no Brasil, é um tipo de refeição, feito com muitos legumes misturados, numa mesma panela.

Cenoura, batata, mandioca, abóbora, vagem, mandioquinha, couve, repolho, xuxú, salsinha, cebolinha, macarrão, arroz, pedaços de músculo bovino cortados em cubos, sal, cebola, muita água, e a "SOPA" tem um sabor delicioso.

A principal característica da "SOPA" brasileira é acrescentar muitos alimentos, todos misturados, e a troca de sabores entre os variados ingredientes,  faz o alimento ficar delicioso...

Desconheço a origem, Portuguesa ou indígena?  Não importa, agora é um prato brasileiro popular, delicioso.

Quando visitar o Brasil, experimente nossa "SOPA" cultural...

Já foi alimento dos pobres, quando as verduras tinham um preço baixo, com o aquecimento global, e a elevação dos preços dos legumes e hortaliças, a "SOPA" Brasileira, hoje,  é alimento das famílias ricas.

Os americanos agora, com inveja dos brasileiros, eles não sabem fazer a "SOPA" comestível, estão tentando criar uma "Lei SOPA", para acabar com a pirataria na Internet.

O Mundo é uma grande "SOPA" de pirataria de armas vendidas aos países pobres, em guerra...

O Mundo é uma "SOPA" de exploração econômica dos mais fracos, que são obrigados a entregarem suas riquezas aos mais ricos...

A ONU, com a diversidade de interesses e ambições globais, é um caldeirão cheio de sopas étnicas,  políticas, ideológicas, religiosas, econômicas, em conflitos de interesses permanentes no Conselho de Segurança, criando uma "SOPA" de sangue, mortes e sofrimentos ...

A exploração do petróleo é outro caldeirão cheio de "SOPA", sempre em detrimento dos consumidores que pagam cada vez mais, o custo financeiro elevado das guerras internacionais em busca das riquezas naturais...

Os mercados financeiros, os acordos econômicos internacionais, a exploração econômica dos países pobres, os segredos industriais e militares espionados pelos satélites, tudo é uma "SOPA"...

A venda de armas, de tecnologias sofisticadas, as liberdades individuais, o direito de informação, tudo é uma "SOPA"...

A proteção ambiental é uma "SOPA", onde existe vários tipos de interesses, lucros, prejuízos, ambições, e no final da conta, é um tipo de "SOPA" que destruirá o Planeta Terra...

As fronteiras entre os Estados Unidos da América, México e Cuba,  é uma "SOPA" política, indigesta...

O Paquistão, o Afeganistão, o Iraque, o Irã, a Coreia do Norte, Cuba, Síria, Líbia, a Faixa de Gaza,  a fome na África, são ingredientes de uma "SOPA" internacional que ninguém quer comer...

Os interesses corporativos das mega-empresas, bancos internacionais, exploração mineral, tecnologia de ponta, exploração espacial, são ingredientes de outro tipo de sopa, perigosa, venenosa...

A indústria bélica faz uma "SOPA" especial, com diferentes tipos, modalidades, preços e poder de fogo de suas armas, formando uma grande "SOPA" mortífera, e que ninguém tem a coragem de virar a panela...

Enfim, o Mundo é uma grande panela, cheia de "SOPA", mas os norte-americanos, entendiados com a falta de uma guerra,  estão tentando acabar com a única "SOPA" que os pobres do mundo ainda podem comer, que é a grande "SOPA" da Internet.

A "SOPA" da Internet é deliciosa, democrática, popular, sem fronteiras.

Google, Twitter, Facebook, e milhares de outros Sites Internacionais, são os cozinheiros, maravilhosos chefes-de-cozinhas" desta deliciosa "SOPA" cultural internacional, fazendo o Mundo parecer um fundo-de-quintal, democratizando o conhecimento, sem necessidade de matriculas e aulas presenciais, e à todos diplomando com que existe de melhor da nossa espécie: liberdade e conhecimento.

A "Lei SOPA" dos norte-americanos tira todo o sabor  da maravilhosa sopa internacional que é a Internet, Universal, Livre, para o Bem ou para o Mal, mas livre, que é valor maior, "Liberdade", que não pode ser sacrificado por preconceitos  culturais.

Aconselho aos norte-americanos voltarem às panquecas e ovos fritos, e deixem a "SOPA" com os latinos-americanos, nós entendemos mais de "SOPAS"...


RUI SANTOS DE SOUZA
Brasil, Curitiba, 18 de janeiro de 2012 - 21h03