Selecione seu idioma

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Armadilha mortal - "EarthDay" - ONG INTERNATIONAL

A Terra é o berço e o túmulo de nossa espécie.

A Terra é o nosso único lar.

Quando a espécie humana existia em pequeno número, e a nossa tecnologia estava nos primeiros estágios, não tínhamos poderes para influenciar o meio-ambiente.

Nos dias atuais, quase de surpresa, o número de pessoas na Terra, é imenso, e a tecnologia humana adquiriu poderes divinos e diabólicos, terríveis.

Intencional ou inadvertidamente, somos capazes de provocar mudanças devastadoras no meio-ambiente global.

Meio-ambiente, que nós, os humanos, compartilhamos com seres de outras espécies.

Estamos ameaçados por alterações ambientais autoinfligidas,  em rápido processo de aceleração, cujas consequências ecológicas, biológicas, climáticas e geológicas, ignoramos.

A diminuição da camada de ozônio, um aquecimento global sem precedentes nos últimos 150 mil anos, provocando o aquecimento dos oceanos, aquecimento da atmosfera, liberação de grandes quantidades de gás metano, carbono 12 e CO2, alterações nas correntes térmicas oceânicas e atmosféricas, resultando na desestabilização das placas tectônicas, aumento no número e intensidades dos terremotos e furacões, oxidação dos oceanos e alterações no Eixo-da-Terra.

A espécie humana derruba um acre de florestas a cada segundo.

Existem outros perigos que desconhecemos e não fazemos os links necessários.

Individual e coletivamente representam uma armadilha para a nossa e todas as outras espécies.

Conscientemente ou não, armamos milhares de ciladas e armadilhas para nós mesmos.

Não importa as justificativas, ingênuas ou míopes,  nossas atividades tecnológicas criaram uma teia de perigos que ignoramos neste momento, com consequências imprevisíveis.

Estamos praticando o mais terrível de todos os crimes: Contra a Criação.

Os crimes contra a Criação não foram praticados por um grupo único de indivíduos, político, ou por uma única geração.

O crime foi, e está sendo praticado por todas as gerações, nações, e ideologias.

A única maneira de escapar desta armadilha requer a conscientização, envolvimento e participação de todos os povos da Terra, desta e de todas as próximas gerações.

Cientes de nossas responsabilidades, individuais e coletivas, a "EarthDay" - ONG INTERNATIONAL, EMPENHADOS EM PROTEGER O MEIO-AMBIENTE, a comunidade internacional do Planeta Terra, que envolva-se nesta luta desafiadora, com palavras e ações, com toda a audácia requerida, a preservar o meio-ambiente da Terra.

A crise ambiental requer mudanças radicais, não só nas políticas públicas, mas também nos comportamentos individuais.

O registro histórico do clima e da geologia da Terra não deixam dúvidas, sobre o futuro que nos aguarda.

O esforço para salvar o meio-ambiente precisa ser reverenciado através de uma visão de "sagrado", "intocável", "inviolável", "divino".

O meio-ambiente da Terra é o lar, de cada espécie viva.

Precisamos olhar a Terra da mesma forma que olhamos, reverenciamos, protegemos e valorizamos nossas casas.

Quem não aprende a fazer as perguntas corretas, não encontra respostas certas. É urgente uma ampla visão das possibilidades de armadilhas, para que sejamos capazes de evitá-las.

Este é um desafio ao espírito de causa comum, e ação conjunta, que ajude a preservar a Terra.

"EarthDay" - ONG International

Brazil, Curitiba, 20 de agosto de 2011