Selecione seu idioma

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

O Terrorismo Urbano, em São Paulo, no Brasil e no Mundo...




Não trata-se de violência urbana tradicional...

Agora evoluiu para "Terrorismo Urbano", Internacional, Regional, Nacional, Doméstico...

Terrorismo Urbano Financeiro...

Terrorismo Urbano Trabalhista...

Terrorismo Urbano no trânsito de automóveis nas grandes cidades...

Terrorismo Urbano Comercial...

Terrorismo Urbano Imobiliário...

A transformação da "Violência Urbana", tradicional, em "Terrorismo Urbano", foi resultado das seguintes causas:

Perda de credibilidade do Poder Judiciário...

A relatividade e subjetividade do conceito de "Justiça"...

Perdeu-se, no tempo, o conceito de Igualdade...

Nunca foi praticada a Liberdade...

A Ideia de Tolerância foi mascarada pelo conceito de "faça o que eu mando, mas não faça o que eu faço".

O lucro, o consumismo, a qualquer preço, sepultaram os ideais humanistas e progressistas do final do Século XIX.

Vivemos, numa selva, é o "salve-se quem puder"...

Os excluídos sociais, econômicos, culturais, aderiram à forma mais perversa de enfrentar o "Grande Leviatã"...

O Estado Institucional, transformou-se no "Grande Leviatã"...

Os Poderes, Judiciário, Executivo e Legislativo, foram transformados em trampolins de quadrilheiros mau-intencionados...

A ausência de políticas públicas para enfrentar a superpopulação global, e a transformação das grandes cidades em "guetos" sociais, econômicos e culturais, resultaram no aparecimento do "Terrorismo Urbano...

Só políticas públicas de longo prazo: Creches Infantis, Escolas Públicas, Universidades, Atendimento Médico eficiente, salários dignos, incentivo à agricultura familiar, Ética nas atividades públicas, Igualdade no tratamento aos desiguais, mas privilegiando sempre os mais fracos, é que poderá debelar, conter o crescimento do Terrorismo Urbano, que flagela os grandes centros urbanos do Mundo...

O Cidadão é roubado, diariamente pelo Estado, através de cargas tributárias criminosas, em consequência, acha-se também no direito de roubar e matar, surgindo um círculo criminoso vicioso, que só será interrompido com a punição de todos, com o mesmo rigor, e o exercício da atividade pública seja exclusivo aos idôneos eticamente.

A aplicação eficiente das Leis,  e os bons exemplos, exercício da cidadania, civismo e patriotismo...

Valorização da Vida, o Bem maior...

No surgimento da Consciência Humana, nasceu o "Idealismo"...

O Idealismo degenerou em Pragmatismo puro, desprovido de Idealismo...

O Pragmatismo, sem Idealismo, transformou-se em "Cinismo"...

O Cinismo gerou o "Terrorismo"...

O "Terrorismo" é o lugar mais próximo do inferno que você pode chegar...

E para combater o Terrorismo Urbano, a arma mais eficiente é o Exercício da Liberdade com responsabilidade, a prática da Tolerância com os desiguais, protegendo os mais fracos, livrando-os da tirania dos Cínicos, e, finalmente, a aplicação rigorosa do Ideal Humano de Justiça, sem protegidos ou afilhados.

Um programa sério de ressocialização, reintegração social e psicológica,  ou tratamento psiquiátrico para as exceções.

As armas bélicas incentivam e provocam um efeito multiplicador em proporções geométricas do terrorismo urbano.

Quanto ao Terrorismo Ideológico, Internacional, a abordagem será diferenciada.

Estamos abordando o terrorismo urbano.

Dia da Terra
RUI SANTOS DE SOUZA
Brasil, Curitiba, 12 de novembro de 2012 - 16h:26