Selecione seu idioma

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Brasil: estarrecedora incapacidade administrativa do Des-governo Dilma Rousseff


A incapacidade administrativa do desgoverno Dilma assombra, estarrece, assusta, e o Brasil velozmente desaba no abismo econômico, devido, exclusivamente, em face da burrice de uma Presidente absolutamente ignorante, no mais alto grau que alguém pode imaginar.

Não resta nenhuma outra possibilidade, senão o de Dilma renunciar ao seu mandato, o quanto antes melhor, para que a Nação não afunde de vez num caos econômico sem precedentes na Historia do Brasil.

Impossível compreender a falta de capacidade administrativa do Desgoverno Federal, dos Estaduais, Municipais, e das Casas Legislativas, em não cortar gastos, com a devida urgência necessária. 

Se estamos endividados, e com falta de dinheiro em caixa, a primeira medida necessária, de qualquer empresa, de qualquer família, qualquer um sabe, por mais ignorante e iletrado que seja: Cortar Gastos, Economizar - Diminuir Despesas.

Dilma e seus Ministros não sabem disso. 

Quebraram o Brasil com a roubalheira institucionalizada, e, agora, só falam em aumentar taxas, impostos e contribuições. 

Qualquer caboclo brasileiro, que nunca estudou nada, analfabeto de pai e mãe, sabe  que quando as despesas são maiores que que as receitas, só existe uma solução - cortar despesas.

Mas, por mais inverosímel que seja, o desastre denominado "Dilma Rousseff",  e toda uma equipe de 39 ministros não sabem disso.

Matemática financeira: (-50 + 20) =  (-30)

Não tem magica possível.

O Governo não percebe que perdeu a credibilidade?

O Governo não percebe, que não é ético, não é justo,  e moralmente inaceitável, exigir que o povo brasileiro, já flagelado pela mais alta Carga Tributária do mundo, pague mais esta conta absurda e imbecil?

E o mais grave, de nada adianta aumentar ainda mais a carga tributária, sem que a população receba retorno na qualidade de serviços. 

Qualquer idiota, de qualquer esquina, de qualquer viela brasileira, sabe muito bem, a receita para tirar o Brasil do abismo em que a Dilma jogou:  acabar com a roubalheira,  cortar os custos astronômicos de uma realeza administrativa, que vive das mordomias, benesses, benefícios,  da corrupta engrenagem administrativa, legal, mas imoral.

Com seriedade, talvez fosse possível acreditar que os impostos retornariam em beneficio da população, na forma de serviços eficientes, capazes de atender as demandas sociais, mas, todos sabem para onde vai os recursos financeiros, pagos pelos contribuintes.

Dia da Terra
Brasil, Curitiba, 08 de setembro de 2015