Selecione seu idioma

domingo, 9 de outubro de 2011

Silêncio: A Terra está falando!

Artigo corrigido e atualizado: Silêncio: A Terra está falando! http://dia-da-terra.blogspot.com/2010/08/pare-faca-silencio-natureza-esta.html?spref=tw


Sem fazer pesquisas, só usando a memória e os noticiários dos últimos dias!

Basta ficar em silêncio... e reaprender ouvir!

Não há necessidade de apresentar números e gráficos para ouvir a Mãe Natureza.

Os Maias, os Gregos, os Persas, os Egípcios, os Hebreus, os povos Indígenas antigos, os Assírios, todas as civilizações antigas já sabiam, antes de nós, ouvir e interpretar os gritos dos deuses sagrados da Mãe Natureza.

Até os animais, as florestas, as águas, os minerais, todos sabem ouvir a Natureza, só nós, os humanos é que desaprendemos, ou não temos tempo.

Que alguém consiga silenciar os homens, que parem de falar e teclar, e ouçam o que a Natureza está gritando!

01) - Onda e calor nunca vista na Russia. dezenas de mortes, epidemias, falta de alimentos;

02) - Enchentes nunca vistas no Afeganistão, centenas de vítimas fatais, cóleras, outras doenças, falta de alimentos, violência e desorganização social;

03) - Terremoto devastador no Chile, que destruiu toda a nação, causando a falência do país;

04) - Deslizamentos das encostas, provocando perdas de vidas humanas e desorganização social;

05) - Oxidação dos oceanos, destruição de toda a biodiversidade marítima naquela região, e a contaminação de outras áreas;

06) - Frio nunca visto no Peru, matando dezenas de pessoas;

07) - Terremotos mais frequentes e mais intensos, em regiões nunca antes verificados;

08) - Furacões e tornados em regiões nunca antes constatados, que estão ocorrendo no Sul do Brasil;

09) - Geadas e granizos com intensidades e em regiões nunca antes registrados, provocando pragas, inudanções e secas severas,  morte de lavouras nos outros extremos, escassez de alimentos em outras;

10) - Desorientação magnética de aves, pinguins, baleias, tartarugas, golfinhos, e outras espécies;

11) - Secas ou excesso de chuvas, que provocam quebra nas colheitas das safras dos alimentos necessários, o que ocasiona fome e elevação dos preços;

12) - Poluição do ar que respiramos,o que gera doenças desconhecidas e o agravamentos das já conhecidas;

13) Elevação do nível do mar, causando prejuízos financeiros incalculáveis;

14) O terremoto do Chile provocou uma fenda profunda na crotra terrestre, que vai gerar outro de maior magnitude em breve;

15) Os dois terremotos, do Haiti e o do Chile, provocaram mudanças no Eixo Magnético da Terra, o que ocasionará outros desastres ainda desconhecidos;

16) - Fome, falta de casa, trabalhos de baixa remuneração, aumento populacional descontrolado, conjugados, são fenomenos que ocasionam guerras, violência urbana, conflitos sociais, falta de medicamentos, desustruturação e falência dos ógãos públicos, e a falência da capacidade de atender grandes catástrofes.

17) Os gritos da Mãe Natureza, caso não sejam ouvidos, interpretados e atendidos em tempo hábil, provocará a extinção de todas as espécies vivas, principalmente a nossa espécie, tecnológicamente dependente.

18) Tirem os sapatos dos pés, coloquem os pés descalços na Terra, para sentir o tremor das pedras...

19) Tirem os fones dos ouvidos, para ouvir os ventos uivantes...

20) Olhem as estrelas, cometas e meteoros, pois são cartas astrológicas que guardam os segredos do nosso passado, e do nosso futuro...

21) Mergulhem nas riquezas dos oceanos,  navegar nos cursos dos grandes rios, ouvir o som das florestas, e relembrar os segredos dos nossos antepassados...

22) As consequências do terremoto no Japão, o país mais bem preparado para enfrentar tais eventos é um aviso da mãe Natureza, é o toque do clarim, avisando que é hora de despertar...

23) As inundações no Paquistão, nas Filipinas, tornados nos Estados Unidos da América, inundações e deslizamentos de encostas urbanas no Brasil, erupção de vulcões adormecidos, a rota de colisão do Apophis, são evidências suficientes para alertar nossa espécie da urgência de reaprender a ouvir a Terra...

24) São tantos os avisos emitidos pela Terra, nos últimos meses, que é impraticável enumerar todos, num único artigo...

É hora de silenciar os tambores da guerra, cessar um pouco com a diversão, e voltarmos o olhar e toda a nossa atenção aos avisos que a Mãe Natureza está emitindo.

Precisamos voltar no tempo: olhar e interpretar o sol com suas explosões de neutrinos; levar oferendas à Lua, para que não vá mais longe da Terra; reverenciar os oceanos e rios; cultuar as árvores; sacralizar os animais.

A espécie humana precisa de bem pouco para viver e ser feliz: alimento natural, água limpa, saúde, e paz social!

Vamos ouvir a Natureza, e saber interpretar o que Ela nos diz!

RUI SANTOS DE SOUZA
Brasil, Curitiba, 09 de outubro de 2011 - 10h:10