Selecione seu idioma

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Celso de Mello, STF: Anjo ou Demônio? Nenhum dos dois, basta ser "Juiz"...

Imagem Google
Não há necessidade de subir ao Céu,  nem de descer ao inferno, basta ser "Juiz Imparcial!", aplicando o principío básico da Magistratura: 

"Imparcialidade"...

Imagem Google


"Justiça igual para todos: ricos ou pobres... importantes ou anônimos...

Também cabe "Embargos Infringentes", Excelentíssimo Ministro Celso de Mello??


"Justiça igual para todos: para os que roubam "um" celular de "um cidadão" brasileiro,  ou que roubam o "dinheiro público", gerenciado pela Administração Pública, consequentemente, de "milhões" de brasileiros, "contribuintes" (pagam a conta) da mais extorsiva carga tributária do mundo...

Imagem Google

Excelentíssimos Ministros do STF:  qual é o "Embargo" que cabe para os réus condenados, mas pobres, desassistidos por uma Defensoria Pública inexiste, que só existe nos ofícios de gabinetes?

A Justiça Brasileira é igual para todos???

O Ministro Celso de Mello, Decano do STF, está com a palavra!

Fale Ministro Celso de Mello, mas que Vossa Excelência tenha o cuidado para não "melar" a credibilidade da "Justiça Brasileira", junto aos contribuintes brasileiros,  assaltados, diariamente, pelos administradores corruptos, ladrões do dinheiro público, mas merecedores de tratamentos privilegiados pela mais Alta Corte de Justiça(?) do País...


Que Vossa Excelência vote  imparcial, com voto fundamentado no princípio constitucional basilar aplicado ao Código de Direito Penal: Princípio da "Prevenção Geral"...

Corrupção: Enquanto STF decide futuro dos réus do mensalão, ladrões de chinelos são presos  http://extra.globo.com/noticias/brasil/enquanto-stf-decide-futuro-dos-reus-do-mensalao-ladroes-de-chinelos-sao-presos-9943184.html  via @JornalExtra

Dia da Terra
Brasil, Curitiba, 13 de setembro de 2013