Selecione seu idioma

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Revoltante, Nojento, Repugnante: O Brasil virou um inferno, o cidadão está acuado...


G1 - ‘Ele podia ter me levado', diz mãe da menina morta durante assalto em MG - notícias em Triângulo Mineiro http://g1.globo.com/minas-gerais/triangulo-mineiro/noticia/2012/10/ele-podia-ter-levado-eu-diz-mae-da-menina-morta-durante-assalto-em-mg.html via @g1


26/10/2012 08h40 - Atualizado em 26/10/2012 13h16

‘Ele podia ter me levado', diz mãe da 


menina morta durante assalto  em MG

Criança de 11 anos foi morta após assalto em Uberlândia.
Veículo roubado foi encontrado e polícia busca suspeito.

Do G1 Triângulo Mineiro
544 comentários
Bárbara foi morta durante assalto em Uberlândia (Foto: Arquivo pessoal)Bárbara foi morta durante assalto em Uberlândia
(Foto: Arquivo pessoal)
Bárbara Guimarães Lopes, de 11 anos, morta durante assalto em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, está sendo velada na Paz Universal e o enterro está programado para as 15h desta sexta-feira (26), no cemitério Bom Pastor. O tiro atingiu o coração de Bárbara. Foram três horas de tentativas para salvar a vida da criança, mas ela não resistiu aos ferimentos. "Ele podia ter ido embora e deixado ela. Muita maldade. Ele podia ter me levado e não ela", disse a mãe Liliane Guimarães.
A família autorizou a doação das córneas da menina. O pai da menina, Sérgio Lopes, tenta compreender a perda da filha de forma tão banal. "Isso é uma covardia. Indignação total. Não tenho nem o que falar", lamentou.
‘Ele podia ter me levado', diz mãe da menina morta durante assalto em MG (Foto: Reprodução/TV Integração)‘Ele podia ter me levado', diz mãe da menina morta
(Foto: Reprodução/TV Integração)
O veículo foi localizado na madrugada desta sexta-feira no Bairro Saraiva e encaminhado para o pátio. Os policiais têm as características do suspeito que ainda não foi localizado. “Temos dados que vão nos ajudar a capturar esse autor, esse covarde”, explicou o sargento da PM, Luciano Brum.
O tenente coronel da PM, Wesley Barbosa, complementou dizendo que tem alguns infratores cadastrados no sistema da polícia com a mesma semelhança do suspeito, e que enviará as imagens para a mãe e demais testemunhas para ver se alguém o reconhece. “Foi uma ocorrência que comoveu e estamos trabalhando intensamente para identificá-lo. Não foi um tiro acidental. Dá para perceber pela perícia, pois achamos mais um projétil no carro, além do que atingiu a menina. Foi crueldade”, afirmou o policial.
O tenente informou ainda que todo o setor de inteligência da PM e o grupo de prevenção de homicídio, junto com a Polícia Civil, estão trabalhando para identificá-lo. É uma questão de honra esclarecer esse fato e prendê-lo”.
Entenda o caso
A menina foi morta durante roubo de um carro no Bairro Santa Mônica na noite desta quinta-feira (25). O assalto foi registrado quando a mãe da menina fazia compra rápida em uma mercearia. Ela foi surpreendida pelo ladrão que a arrastou pelos cabelos. Ele queria a chave do carro. Enquanto isso, Bárbara esperava a mãe no veículo. "Ele falava que ia levar todo mundo e quando chegamos no carro eu pedi para a minha filha sair do carro. Ela estava saindo, ele entrando e disparou o tiro", contou a mãe.
A vítima foi encaminhada para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU), passou por cirurgia, mas não resistiu.